O que é Onboarding e qual o retorno que ele proporciona para a empresa?

junho 18, 2019 / Gestão de Pessoas

Você já ouviu falar em onboarding? A prática diz respeito à integração dos novos colaboradores para garantir o bom desempenho do funcionário na empresa, e é, atualmente, considerada um dos elementos essenciais para as organizações que desejam ver os impactos positivos da construção de uma nova equipe o quanto antes.

Afinal, o mundo corporativo avança a passos largos e deixou de permitir que os gestores invistam longos períodos de tempo para a adaptação de um novo colaborador. A agilidade do mercado exige que ele se integre o mais rápido o possível, garantindo que a produtividade não será prejudicada.

Que tal entender um pouco mais sobre esse conceito? Continue a leitura e descubra como ele funciona e as suas principais vantagens, além de conferir alguns cases de sucesso!

O conceito de onboarding

O onboarding é o termo utilizado para representar o processo de integração de novos colaboradores com as equipes e o próprio funcionamento da empresa em si. Seu principal objetivo, além da adaptação, é capacitar esses indivíduos à cultura do negócio em um curto espaço de tempo.

As técnicas utilizadas nessa prática são voltadas para a diminuição desse período, o que significa que, ao aplicar o método, o indivíduo demora menos tempo para se acostumar com o novo trabalho. Consequentemente, ele atinge o seu potencial produtivo mais rapidamente.

O responsável por fazer esse trabalho é o departamento de RH. O planejamento de onboarding deve seguir 4 passos básicos:

  1. orientação;
  2. supervisão;
  3. acompanhamento;
  4. treinamento.

A forma como ele funciona

O processo de onboarding deve começar antes do primeiro dia do novo colaborador na empresa. Ou seja, deve ser iniciado já durante o recrutamento, por meio de explicações concretas e objetivas, antes mesmo de serem iniciadas as entrevistas.

Sendo assim, tudo começa no anúncio da vaga, inserindo o máximo de informações possíveis sobre o trabalho, o ambiente e o clima organizacional. O principal foco é atrair apenas pessoas interessadas nas políticas do negócio.

Ao se prepararem para a entrevista, automaticamente, os candidatos já adquirem um certo conhecimento a respeito da empresa — e, consequentemente, são atraídos profissionais mais alinhados a esses valores.

Então, quando chega o dia de iniciar as atividades, o onboarding sugere que o novo colaborador seja acompanhado por outro profissional que já atua na empresa, funcionando como um guia que apresenta todo o funcionamento, na prática.

Vale salientar que é preciso ter bom senso para não exagerar no volume de informações transmitidas, para que o indivíduo possa se lembrar de tudo depois.

É só nos próximos dias que a empresa deve investir em treinamentos e capacitações pertinentes ao cargo propriamente dito. A essa altura do campeonato, espera-se que o novo funcionário já esteja integrado aos valores e objetivos da organização.

As vantagens para o negócio

Como toda a ação que visa promover agilidade no alcance de resultado e uma equipe mais produtiva, o onboarding também está repleto de vantagens. Conheça, agora mesmo, algumas delas!

Motivação

Começar um novo emprego já costuma ser motivador por si só. Quando esse contrato é iniciado após um processo de integração bem estruturado, a tendência é que esse sentimento seja potencializado. Afinal, não há espaço para as inseguranças típicas dos começos de contratos.

Sem contar que a motivação costuma ser contagiante. O novo membro da equipe chega renovando o ambiente, envolvendo os colaboradores no seu engajamento.

Redução da rotatividade

A rotatividade costuma ser um problema nas empresas. Da mesma forma que a motivação é contagiante, um cargo vago por muito tempo pode levar a uma baixa na produtividade. Além das questões financeiras que envolvem o desligamento de um colaborador e processos seletivos para a contratação de um novo profissional.

Quando a empresa deixa nítido, desde o início, o que se pode esperar dela e o que vai ser encontrado durante a rotina de trabalho, a tendência é que permaneçam nas seletivas apenas quem se identifica com essas questões, evitando o excesso de recontratações para um mesmo cargo.

Treinamento e capacitação

Essa é uma vantagem que merece destaque. Geralmente, a integração de um colaborador a uma nova empresa costuma ser demorada, pois o RH tem que se preocupar em proporcionar a construção de um bom relacionamento interpessoal, ao mesmo tempo em que ajuda o indivíduo com a atualização dos conhecimentos.

Como o onboarding propõe que a integração seja iniciada antes mesmo da contratação, os gestores podem se manter focados nos treinamentos, atuando de maneira estratégica e certeira. As capacitações acabam sendo muito mais eficazes.

Os cases de sucesso

O mercado de trabalho moderno vem surpreendendo a cada ano. São ferramentas, práticas e metodologias inovadoras, criadas e desenvolvidas para trazer eficácia ao departamento de RH e suas funções.

As grandes corporações costumam ser as primeiras a aderirem aos novos conceitos. E ganham destaque ao atestarem que as experiências são realmente positivas. E isso funcionou com o onboarding. Conheça agora um pouco das ações da Apple e Google referentes a essa prática!

Apple

A ação de onboarding da Apple já é o suficiente para que muitos façam da empresa um objetivo de carreira: quando um profissional é admitido, ele ganha um iMac e uma camiseta com o ano de contratação.

Os presentes não só deixam os novos colaboradores muito entusiasmados, como funcionam como um bom motivo para puxar papo com os colegas de trabalho. E vai ao encontro do que falamos anteriormente, sobre a motivação ser contagiante!

Google

O Google, que já é conhecido por sua postura diante dos colaboradores, não deixaria as estratégias de onboarding de fora de sua famosa cultura organizacional que valoriza o capital humano.

Nesse sentido, a gigante da internet aposta na descontração para tornar a integração de novos profissionais um momento especial: oferecendo um chapéu colorido, com uma hélice, escrito a palavra noogler — que significa new googler. Motivo suficiente para que as pessoas interajam entre si.

O segredo de uma estratégia de onboarding bem construída é um planejamento adequado. Esperamos que o nosso texto tenha sido inspirador para que você possa criar um bom projeto de integração. Lembre-se que, como todo processo, metas e acompanhamento são muito importantes para garantir a sua qualidade.

Você sabia que uma equipe bem orientada tem impacto direto sobre o atendimento ao cliente? Aproveite para ler o artigo que aborda questões relacionadas à experiência de colaboradores e consumidores!

Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.